BIG Dia da Música anuncia mais de 60 shows gratuitos em SP - Rádio E-Music UP

Rádio E-Music UP

A Música Eletrônica em Alta!




Hot

quarta-feira, 30 de maio de 2018

BIG Dia da Música anuncia mais de 60 shows gratuitos em SP

No dia 30 de junho de 2018 a cidade de São Paulo será tomada por uma maratona de shows gratuitos. Começando de tarde e avançando madrugada a dentro, serão mais de 60 artistas se apresentando na quarta edição do BIG Dia da Música.

“Recebemos inscrições de mais de mil artistas e dezenas de palcos. Com orçamento reduzido, este ano focamos os R$ 35 mil do fundo de apoio nos palcos da capital paulista. Mas o festival continua cumprindo a missão de radiografar a diversidade da música brasileira. Nos 18 palcos apoiados tem pop, rap, rock, eletrônica, mpb, indie feitos por artistas de várias partes do Brasil”, comenta Katia Abreu, diretora do BIG Dia da Música.

Entre os shows confirmados estão veteranos da cena paulistana como Rodrigo Ogi, Tiê e Tatá Aeroplano, novos nomes como o baiano Giovani Cidreira, a goiana BRVNKS, os pernambucanos Kalouv e uma atração internacional: os argentinos do Toy Mashin trazendo sua psicodelia instrumental pela primeira vez ao Brasil.

As apresentações acontecem em palcos tradicionais do circuito de música independente como Associação Cultural Cecília, Breve, Casa do Mancha, Galeria Olido, entre outros, e em locais que abriram seus espaços para shows no BIG Dia da Música, como a cervejaria Brewdog e a loja Bolovo.

#MaisMulherNaMúsica
A presença feminina aumentou consideravelmente no festival: em 2018, mais de 50% da programação são artistas mulheres ou bandas com integrantes mulheres. O salto em relação aos 23% no ano passado foi resultado de uma ação com o Festival Sonora São Paulo provocando os palcos do BIG Dia da Música a prestar mais atenção à questão.

Com a proposta de discutir e mostrar o papel das minas na indústria musical, o Sonora participa do BIG Dia da Música com palco em parceria com o selo/produtora Rosa Flamingo, da cantora Tiê. Além de se apresentar, Tiê convida as potentes novas vozes de Bia Ferreira e GEO no espaço que a partir de julho irá sediar a Casa Rosa Flamingo.

Artistas como Luiza Lian, Érica, Cinnamon Tapes e Souto MC também se apresentam no circuito e há outros quatro palcos dedicados ao empoderamento feminino: a PWR Records ocupa a Galeria Olido com Não Não-Eu, The Shorts e Tuyo; Distúrbio Feminino e Maria Bonita Fest se juntam na Casa Vulva para uma tarde de atividades e shows que vão do punk rock à eletrônica experimental; a Associação Cultural Cecília abriga artistas ligados aos coletivos SÊLA, Hérnia de Discos e Hard Grrrls; e no Baderna o palco Garotas no Poder recebe Maquiladora, Quarteta e The Mönic.

BIG Festival
Em sua quarta edição, o Dia da Música passou a integrar o BIG Festival (Brazil's Independent Games Festival), o mais importante festival de jogos independentes da América Latina que, ano após ano, tem expandido sua atuação incorporando música, animação, robótica, realidade virtual e aumentada entre outros temas a sua programação. Na sexta-feira, dia 29 de junho, o bunker do CCSP, onde acontecem os workshops, palestras e debates do BIG Festival, irá abrigar o BIG Music, com discussões também gratuitas voltadas ao mercado de música independente. Os temas e convidados serão anunciados em breve. O BIG Dia da Música, no sábado 30 de junho, marca o encerramento de uma semana de atividades no BIG Festival reunindo profissionais do setor criativo de todo o mundo entre os dias 23 de junho e 1 de julho. Mais informações emhttp://www.bigfestival.com.br/.


 CONHEÇA OS PALCOS APOIADOS

Dubstep NA RUA!
Palco dedicado a cultura dubstep, promove apresentações de OTRABAI DUBSTEPKorsainBindonaSubVertentesYescalTHGSalaAbduzidubKENY/\ao ar livre.

Casa Vulva
Distúrbio Feminino e Maria Bonita Fest se unem no novo espaço de cultura feminista da Vila Romana para uma tarde com debates, feira de publicações e shows. A partir das 16h, a beatmaker Raiany Sinaramescla batidas de hip-hop com gêneros da música eletrônica, como house e psytrance. Hardcore, punk e metal são os ingredientes da Rastilhopara uma performance agressiva. Grunge e stoner se encontram com regionalismos brasileiros no show do duo mato-grossense SixKicks. O quarteto noventista Cosmogoniamostra seu vigoroso punk e hardcore. Juliana R.encerra a noite com show sintético e cheio de experimentações vocais.

selo RISCO
Com um sólido trabalho na cena independente, o selo Risco faz uma mostra de seu elenco de artistas: ex-Garotas Suecas radicado nos EUA, Sessatraz a beleza simples de suas canções sobre liberdade; colhendo elogios por sua estreia em Cavala, Maria Beraldoapresenta seu pop eletrônico de vanguarda; e após encerrar o ciclo Oyá Tempo, Luiza Lianexperimenta novas inquietudes musicais.

Palco Cérebro Surdo na Brewdog
Cervejas artesanais e novíssimos nomes da cena independente são as atrações do palco que começa às 17h com a explosão roqueira de PoltergatLoyal Gune segue com a atmosfera synthpop do Dolphinkids, a viagem trip-hop do OZU, a acidez dançante do Gomalakkae as texturas climáticas de katze.

Sonora no Rosa
No espaço que será sede da produtora Rosa Flamingo, no Sumaré, a anfitriã Tiêapresenta seu pop doce e sincero e acolhe, a partir das 18h, shows de duas novas vozes que já começam a chamar atenção por ai: o r&b agridoce de GEOe a poesia combativa de Bia Ferreira.

Centro Cultural Zapata
No centro da cidade, a cena punk rock pulsa a partir das 18h com shows do quarteto de Barueri Vozes Incômodas, do trio de grindcore do ABC Cruel Facee o quarteto paulistano A Creche.

Hérnia de Discos X Sela X Hard Grrrls na Associação Cultural Cecília
A junção dos coletivos/selos feministas Hérnia de Discos, SÊLA e Hard grrrls traz a partir das 18h as paisagens hipnóticas do Harmônicos do Universo, o punk sujo da George Sand, o rock dançante da Moxinee as guitarras distorcidas do Sky Down.

Breve
Um dos mais importantes palcos do circuito paulistano, o Breve reúne a diversidade da nova música brasileira em quatro shows. A visceralidade baiana do celebrado cantor Giovani Cidreiraganha reforço da sensibilidade ancestral de sua conterrânea Jadsa Castro. A cantora e compositora paulistana Yasmin Mamedio mostra o frescor pop de seu projeto YMA. Preparando novo álbum, E a Terra Nunca Me Pareceu Tão Distanteabre a noite com seu explosivo pós-rock instrumental, a partir das 19h.

PWR records na Galeria Olido
Criada para reforçar o protagonismo feminino na música, PWR Records ocupa a Galeria Olido a partir das 19h com três artistas de seu catálogo: os beats dançantes e reflexivos do duo de Belo Horizonte Não Não-Eu, o shoegaze de ambiências etéreas das curitibanos da The Shortse o existencialismo folk futurista da Tuyo.

Hotel Bar
Palco dedicado à cena experimental e noise, a partir das 19h, se apresentam os duos de improvisação Thomas Rohrer & Philip SomervellOS CAMARADA DO TEMPO(Ricardo Pereira e Jonathan Gall), além do projeto da artista visual Anelena Toku, Gruta, em que ela processa camadas de vozes, gravações de ruídos e outros instrumentos ao vivo.

Baderna
Comunidade que reúne mais de 25 mil mulheres na internet, o Garotas no Poder celebra a potências das minas no rock com o punk do Quartetae o grunge de The MönicMaquiladora, a partir das 19h.

CASA GRAMO
Teatro localizado na Vila Romana reúne, a partir das 19h, dois veteranos da cena independente: a poesia urbana de Tata Aeroplanoe a irreverência pop do Porcas Borboletas.

Casa do Mancha
Com um sólido trabalho de mais dez anos no circuito independente e sempre trazendo novidades para a cena, a casinha da Vila Madalena apresenta o rock psicodélico argentino do Toy Mashin. A noite, que começa às 20h, conta ainda com as delicadas distorções de Cinnamon Tapese o frenezi kraut-noise do goldenloki.

Estúdio Aurora
Localizado em Pinheiros, o estúdio, que desde 2016 faz pocket-shows em sua sala intimista e com som admirável, recebe dois expoentes da cena de rock instrumental paulistana de peso a partir das 20h: RaloO Grande Ogro.

Bolovo
Em parceria com a +5511 Talent Agency, a partir das 21h a descolada loja-conceito de Pinheiros abre espaço para três shows em que as guitarras são protagonistas: a pegada mais emo dos mineiros do El Toro Fuerte, as inspirações pop noventistas da goiana BRVNKSe a melancolia indie dos paulistanos do Terno Rei.

Palco Sinewave no Z Carniceria
Um dos selos mais ativos da cena de rock experimental leva três artistas de seu catálogo ao palco da ZCarniceria, a partir das 22h: o metal denso do CÂIMBRA, o mathrock surpreendente do Odradeke o instrumental progressivo do Kalouv.

A Onda Errada no Dia da Música
Badalada pistinha do centro de SP, o Bar Orfeu hospeda noite A Onda Errada a partir das 22h com alguns dos principais nomes cena eletrônica underground como Objeto AmareloÉricaJacques DefaultPinaudkakubo.

Morfeus
O coletivo Rap Clandestino destaca a força das minas no rap com shows de Karen SantanaSouto MCa partir da meia-noite. A programação conta ainda com o gingado do afro samurai Thiago Elniñoe um dos maiores nomes do rap nacional, Rodrigo Ogi, encerrando a festa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Comentários

Curtir